Cidades Inteligentes – uma realidade possível

Smart Cities ou Cidades inteligentes é o conceito que define cidades que utilizam sensores da internet das coisas (IoT) aliados à tecnologia, para conectar diversos componentes de uma cidade. Isso serve para unificar, em plataformas digitais, as várias camadas que constituem a vida urbana, melhorando a vida de cidadãos e facilitando a comunicação dos mesmos com os órgãos governamentais.

Um exemplo prático são os estacionamentos inteligentes que, por meio de sensores e um aplicativo via smartphone, informam quais vagas estão disponíveis para o motorista utilizar, dessa forma ele não precisa gastar tempo procurando onde estacionar.  São coisas simples como esta que melhoram a experiência do cidadão com os serviços públicos.

Os investimentos e impactos das cidades inteligentes

De acordo com especialistas, são aguardados investimentos em cidades inteligentes da ordem de 400 bilhões de dólares até 2020.  A expectativa é de que 600 cidades se tornem responsáveis por 60% do PIB mundial até 2025.

A previsão é de que o impacto na urbanização, gerado por cidades inteligentes, seja semelhante ao que ocorreu na revolução industrial.

Isso significa que todos serão afetados, direta ou indiretamente. Pessoas que vivem em cidades inteligentes, ou aquelas que estão apenas visitando, serão beneficiadas imediatamente pelos vários serviços públicos inteligentes.

Essa transformação está acontecendo agora. Várias cidades de países na Europa, Oriente Médio e algumas poucas cidades nos Estados Unidos já estão no caminho para se tornarem cidades inteligentes.

Las Vegas: Cidades Inteligentes - Smart Cities

Las Vegas anunciou em Junho uma parceria com a Cisco Systems para se tornar uma cidade inteligente. De acordo com o CIO da cidade, o objetivo central é melhorar a experiência e qualidade de vida dos mais de 42 milhões de visitantes anuais, além dos 650 mil cidadãos residentes.

Cidades inteligentes também no Brasil

São Paulo também apresentou um plano recentemente com o objetivo de transformar a maior cidade da América do Sul em uma capital global, através da urbanização digital. João Dória, atual prefeito da cidade, quer que os serviços públicos sejam totalmente digitais até o final de 2018. Essa transição também reduzirá muito a burocracia de serviços públicos, em processos como a criação de uma nova empresa, que atualmente leva em torno de 128 dias para acontecer. Com os serviços digitais, o tempo de criação de uma nova empresa será reduzido para 5 dias, a partir de Maio de 2018.

No Rio de Janeiro presenciamos uma iniciativa de cidade inteligente provida pela Cisco Systems durante as Olimpíadas, ao transformar o Porto Maravilha em uma experiência digital através da realidade virtual. Além disso, toda a área da Praça Mauá contou com Wi-fi grátis e diversos totens foram dispostos ao longo da Av. Rio Branco, para que as pessoas pudessem obter informações a respeito do evento, em vários idiomas, bem como pedir instruções de como chegar aos lugares e até conversar com atendentes virtuais por voz para tirar dúvidas.

São muitas as formas como a IoT pode facilitar a nossa vida. Além das cidades inteligentes, seu negócio já pode fazer uso dos benefícios que a internet das coisas traz. Neste artigo você descobrirá como pode agregar valor ao seu negócio com a IoT.

Quer saber qual tecnologia de IoT trará mais benefício para o seu negócio? Nós podemos ajudar! Somos especialistas portadores do selo Premier Partner da Cisco Systems, entre em contato conosco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enviar mensagem
Fale com o nosso especialista
Olá, como podemos ajudar?