Video como a mídia mais usada na internet

É inegável o grande consumo online de vídeos. Prova disso é o número cada vez maior de Youtubers, Viners e Snapchaters que criam seus próprios conteúdos usando as plataformas para expressarem suas opiniões sobre diversos assuntos, até mesmo os canais educativos e de culinária.

O sucesso dos vídeos também chegou ao mundo corporativo. A telepresença: um serviço semelhante a videoconferência, porém de alta definição e imersão, tem chamado bastante atenção para reuniões de equipes, primeiro pela segurança dos dados trocados durante a transmissão e também pela economia com transportes, já que supre a necessidade da presença física, conectando pessoas onde estiverem.

Reuniões em telepresença mais práticas e seguras

Com as soluções de telepresença da Cisco é possível projetar salas de reunião para pequenos e grandes grupos com conversas diretas, que combinam imagem de vídeo em tamanho real e definição ultra-elevada, qualidade de áudio excelente, se adequando a qualquer dimensão de espaço desejado, seja pequeno ou grande.

As soluções são simples e muito fáceis de usar, permitindo que os participantes concentrem a atenção na reunião, não na tecnologia, e se comuniquem de forma natural e eficaz. Além disso, as soluções oferecem integração à rede da Cisco, provendo confiabilidade, qualidade de serviço e segurança, proporcionando a credibilidade necessária para realizar reuniões internas ou com clientes.

Telepresença usada para audiências judiciais no Brasil

Em São Paulo, já se aplica através da Lei 11.900/2009 a telepresença para realizar audiências judiciais de acordo com as indicações do juiz. Uma das principais razões do seu uso é a segurança, tanto do preso quanto a segurança pública – ao evitar, por exemplo, o risco de fuga. Também soluciona questões que possam inviabilizar a presença do réu no interrogatório, como problemas de saúde e ainda reduz custos de transporte e a necessidade de dispor de um número significativo de guardas para este transporte.

Ou seja: melhora a segurança dos prisioneiros e cidadãos e reduz gastos com escoltas policiais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, é estimada uma economia de cerca de R$ 6 milhões ao ano com a telepresença, e este corte de gastos permite que mais 700 policiais possam trabalhar nas ruas. No Rio de Janeiro já esta sendo estuda a viabilidade de implantação do mesmo sistema.

A tecnologia pode ter um número inesgotável de aplicações, independentemente do setor e do tamanho da empresa, garantindo eficiência e economia.

Baixe AQUI o infográfico que preparamos mostrando como otimizar os custos dos processos de sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enviar mensagem
Fale com o nosso especialista
Olá, como podemos ajudar?